Taciana Valença

TACI EM VERSOS E PEDAÇOS.

Meu Diário
09/04/2009 14h11
EPITÁFIO
Epitáfio
 
Titãs
 
 
Composição: Sérgio Britto

Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer...

Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe alegria
E a dor que traz no coração...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor...

Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...(2x)

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr...




Para Ouvir:

http://www.youtube.com/watch?v=L3eiOMQVUqs

Publicado por TACIANA VALENÇA em 09/04/2009 às 14h11
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
09/04/2009 12h19
UMA MÚSICA QUE TOCA, PRINCIPALMENTE NA PÁSCOA
A primeira vez que ouvi essa música, fiquei com os olhos cheios d'água...
Me tocou muito.
Quantas vidas ainda teremos que viver para conseguirmos um pouco de amor e justiça?

Cidadão
Zé Ramalho
Composição: Lucio Barbosa

Tá vendo aquele edifício moço
Ajudei a levantar
Foi um tempo de aflição
Eram quatro condução
Duas prá ir, duas prá voltar
Hoje depois dele pronto
Olho prá cima e fico tonto
Mas me vem um cidadão
E me diz desconfiado
"Tu tá aí admirado?

Ou tá querendo roubar?"
Meu domingo tá perdido
Vou prá casa entristecido
Dá vontade de beber
E prá aumentar meu tédio
Eu nem posso olhar pro prédio
Que eu ajudei a fazer...

Tá vendo aquele colégio moço
Eu também trabalhei lá
Lá eu quase me arrebento
Fiz a massa, pus cimento
Ajudei a rebocar
Minha filha inocente
Vem prá mim toda contente
"Pai vou me matricular"
Mas me diz um cidadão:
"Criança de pé no chão
Aqui não pode estudar"
Essa dor doeu mais forte
Por que é que eu deixei o norte
Eu me pus a me dizer
Lá a seca castigava
Mas o pouco que eu plantava
Tinha direito a comer...

Tá vendo aquela igreja moço
Onde o padre diz amém
Pus o sino e o badalo
Enchi minha mão de calo
Lá eu trabalhei também
Lá foi que valeu a pena
Tem quermesse, tem novena
E o padre me deixa entrar
Foi lá que Cristo me disse:
"Rapaz deixe de tolice
Não se deixe amedrontar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asa
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar
Fui eu quem criou a terra
Enchi o rio, fiz a serra
Não deixei nada faltar
Hoje o homem criou asas
E na maioria das casas
Eu também não posso entrar"

Hié! Hié! Hié! Hié!
Hié! Oh! Oh! Oh!


Para Ouvir:

http://www.youtube.com/watch?v=FtJjtwzQ56E&eurl=http%3A%2F%2Fvagalume%2Euol%2Ecom%2Ebr%2Fze%2Dramalho%2Fcidadao%2Ehtml&feature=player_embedded


Publicado por TACIANA VALENÇA em 09/04/2009 às 12h19
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
09/04/2009 10h24
"ME AND MRS. JONES"


ME AND MRS. JONES
( Eu e a senhora Jones )


BILLY PAUL - 1972 [ TRAD 017 M ]
ME AND MRS. JONES
Eu e a senhora Jones
WE’VE GOT A THING GOING ON
Nós temos, " um caso de amor "
WE BOTH KNOW THAT IT’S WRONG
Ambos sabemos que é errado
BUT IT’S MUCH TOO STRONG TO LET IT COOL NOW
Mas é muito forte, para deixar que esfrie agora
WE MEET EVERYDAY AT THE SAME CAFE
Nos encontramos todo dia, no mesmo bar
SIX-THIRTY, I KNOW WE KNOW SHE’LL BE THERE
Seis e meia, eu sei, eu sei, que ela estará lá
HOLDING HANDS, MAKING ALL KIND OF PLANS
De mãos dadas, fazendo planos
WHILE THE JUKE-BOX PLAYS OUR FAVORITE SONG
Enquanto o toca-discos, toca nossa canção favorita
ME AND MRS. JONES
Eu e a senhora Jones
WE’VE GOT A THING GOING ON
Nós temos, " um caso de amor "
WE BOTH KNOW THAT IT’S WRONG
Ambos sabemos que é errado
BUT IT’S MUCH TOO STRONG TO LET IT COOL NOW
Mas é muito forte, para deixar que esfrie agora
WE’VE GOT TO BE EXTRA-CAREFUL
Temos que ser, muito cuidadosos
THAT WE DON’T BUILD OUR HOPES UP TOO HIGH
Para que não, sonhemos alto demais
CAUSE SHE’S GOT HER OWN OBLIGATIONS
Pois ela tem, suas próprias obrigações
AND SO DO I
E eu ... também
ME AND MRS. JONES, ME AND MRS. JONES
Eu e a senhora Jones
WE’VE GOT A THING GOING ON
Nós temos, " um caso de amor "
WE BOTH KNOW THAT IT’S WRONG
Ambos sabemos que é errado
BUT IT’S MUCH TOO STRONG TO LET IT COOL NOW
Mas é muito forte, para deixar que esfrie agora
WHEN IT’S TIME FOR US TO BE LEAVING
Quando é hora de nos ... separarmos
IT HURTS SO MUCH, IT HURTS SO MUCH INSIDE
Fere tanto, tanto lá no fundo
NOW SHE’LL GO HER WAY AND I’LL GO MINE
Agora ela seguirá seu caminho ... e eu o meu
TOMORROW WE’LL MEET
Amanhã nos encontraremos
THE SAME PLACE, THE SAME TIME
No mesmo lugar ... mesma hora
ME AND MRS. JONES
Eu e a senhora Jones
WE’VE GOT A THING GOING ON
Nós temos, " um caso de amor "
WE GOTTA BE EXTRA-CAREFUL
Temos que ser, muito cuidadosos
WE CAN’T AFFORD TO BUILD OUR HOPE UP TOO HIGH
Não podemos nos permitir ... sonhar alto demais
PARA OUVIR:

http://www.youtube.com/watch?v=P4I-vAMExuo


Publicado por TACIANA VALENÇA em 09/04/2009 às 10h24
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
09/04/2009 00h58
## HOJE EU NUM TÔ LEGAL ##
Impaciente,
angustiada
a lua passou batida
sua luz não viu minha estrada...

Publicado por TACIANA VALENÇA em 09/04/2009 às 00h58
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
08/04/2009 20h53
Homenagem do poeta Marcos Loures
A voz desta mulher pernambucana
A voz desta mulher pernambucana
Ecoa no Brasil com força plena.
A bela poesia toma a cena
Imagem tão sublime e soberana.

Ouvindo tal beleza, Taciana
Encontro a placidez, suave e amena, 
Que em tensa tempestade me serena
Fazendo ainda crer na raça humana.

Perdoe minha amiga este soneto
No qual em alegria me arremeto
Ao sonho de teu mar, Boa Viagem.

Encontro no Recife a maravilha
Que em versos tão sublimes a alma trilha
Sabendo ter fantástica ancoragem...

À MINHA AMIGA
TACIANA VALENÇA
Marcos Loures


Publicado por TACIANA VALENÇA em 08/04/2009 às 20h53
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 4 de 9 1 2 3 4 5 6 7 8 9 [«anterior] [próxima»]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras