Taciana Valença

TACI EM VERSOS E PEDAÇOS.

Textos


de repente esse vontade de nem ser,
Não estar...
Sair sem destino
Num desatino
Fugir para o nada,
Pegar carona na vida que passa
Ir lá fora, ver de perto as estrelas,
Tocar o sol e o vento,
Ver a carícia das folhas
Pousar meus sonhos nas tuas costas
Dormir, quem sabe, num abraço, simplesmente
Sem tempos ou argumentos,
Num ir-se leve,
Sem lamentos

(Taciana Valença)
TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 26/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras