Taciana Valença

TACI EM VERSOS E PEDAÇOS.

Textos


 
Desde que debulhar a vi
Entre sujas mãos,
Jogando cada grão
Como a parir –
 
Parindo a comida,
Entre suores e lágrimas,
Escrevendo suas páginas
Riscadas e sofridas
 
Eu boba, apertado coração
Calada olhava sua sina,
E era tão menina;
Em choro de emoção
 
Meu mundo era  um sim,
O dela um não parecia,
Calos em água de bacia;
Sempre sofria assim…
 
(Taciana Valença)
 
 
TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 04/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras