Taciana Valença

TACI EM VERSOS E PEDAÇOS.

Textos


Diálogo solitário este.
Rubras as faces na lembrança.
Não eram só palavras, era a voz,
Esse líquido viscoso
Emprenhando pelos ouvidos,
Livre, direto, sem ruído.
Intensa fúria que desbrava,
Rasga e empurra o que engasga. 
Canção repetida que explode -
Sacode, e, quando se vê
Lágrimas escorrem -
Gota a gota enchendo o copo
Que por desastre se derrama;
Pó misturado na lama -
Resvalou...
Fim da peça ou intervalo?
Quiçá um prelúdio,
Óleo onde se banha
No escorregar da vida -
Saturado tempo que se fecha -
Tantas eras por vir...
E agora, essa flecha!
TACIANA VALENÇA
Enviado por TACIANA VALENÇA em 21/09/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras